AaBb1БДЖ2ΦΩφω3ĞğŞş4ŤťŢţ home

October 13, 2018

casa bonita

here come the sun aqui em casa
aqui em casa o amor não sabe esperar
aqui em casa não consigo segurar o riso
começou a circular o expresso 2222
eu vou torcer pela paz

a grande borboleta

mesmo não dizendo nem pra onde nem porque
cuide bem da tua forma de ser

orô oriki

September 02, 2018

dobrei a beira da praia 
aconteceu uma chegança de prendas 
sem nuvem
guardei o guarda-chuva na minha garganta
estou origami
uma estrela fez uma curva bem aqui

September 01, 2018

Domingo tá tocando.
Tento cuidar do tempo cuidando de mim e da palmeira da estrada. 
Terça vi um cara andando de bicicleta com a calma de um zen. 

Ele olhou com atenção se havia um ônibus, atrás dele, em alta velocidade.
Viu a pista livre e deslizou por ela com asas nas pernas.  
Uma vez pensei em tatuar, em cada um dos pés, as palavras inspire e expire. 

Acho que desisti de fazer o poema do norte.
Domingo tá no repeat.
São 03:47.

Tenho remontado a casa. Hoje troquei de lugar os três vasos de flores  
o quadro dos girassóis está atrás de Cosme e Damião.
Ouvi Gil cantando okokok.

O conselho dele para mim foi: mastigar o alimento 50 vezes.
Conclusão: mastigar - microgesto revolucionário. 
Ou seja, paciência e saliva.  Ou seja. Ou seja.

Quero ver a lua branca clareando o dia em teus olhos de espanto.

August 10, 2018

Aquiacre: perto do açude havia um senhor molhando as flores. Pensei em escrever um poema para ele. Tentei tirar uma foto, mas não saiu boa. Depois vi uma postagem de um arco-íris e uma foto de um menino segurando um peixe entre as pernas. Depois comentei com Ana sobre a onça triste. Ela traduzia a tristeza sem parar de andar de um lado para o outro. Uma cobra nos fez rir depois de sabermos de tanta tristeza. Uma tristeza, um susto e um riso. Coloquei as folhas-brincos. Ana desenhou a cabeça de jiboia no meu braço. Eu, um olho. Gosto dessa possibilidade de outra pele na minha pele. Amanhã há uma alegria de passeio de balão. O sol hoje ficou muito bonito indo embora. A personagem melhor: Alzira (mãezinha). E tem também a mulher da floresta que nos ensinou a pintar no outro uma temperatura de jacaré. Ela fez um canto-acalanto - que força e delicadeza naquele som-minuto. Comi baixaria todos os dias. Aqui parece uma caixa de surpresa. Toda hora sei de um lugar para ir. Não adianta dar um google. Tem horas que só se aprende quando um  gole te lambe. Laura gostou do poema de Bruna. Enquanto comia um quibe de macaxeira, um cara disse que queria mais caqui. Enquanto comia macaxeira, comia-queria macaxeira. O cabelo cresce. As unhas crescem o tempo inteiro. Bebemos aproximadamente 15 litros de água durante a semana. Foi um idílio de amizade. Prova dos nove e do infinito. Para começo de conversa vale a pena reescrever apontamentos sobre a saúde - é preciso preparar o corpo para receber os ventos e segredos.

August 05, 2018

segurei um peixe
perto do rio
e o grilo foi
vaguear comigo


por causa disso melo
de melancia um meio ermo
da margem
abacate

August 02, 2018

poema tirado do poema 23 de 'Ladainha'

- se ventar agora, eu vou morar aqui.
As coisas estão perplexas.
Tudo está felizmente parado,
exceto os cachorros, as crianças e as folhas.
As folhas andam atrás de mim.
Eu digo: olá.

July 31, 2018

Fui reler o caderno de listras/listas. Em outro momento publiquei, junto com uma foto de tapi, o depoimento do achado. Na tevê, agora a pouco, alguém falava de descolarização e mais cedo vi que uma pessoa muito ruim ganhou um desses reality de comida. Nada disso tem a menor importância, exceto ter os dentes escovados antes de dormir e um candeeiro aceso antes de chegar a lua. Lá no caderno ouvi a palavra framboesa. Folheei mais um pouco e veio a frase "isso tem gosto de manhã". Desaprender e dizer certos clichês não são coisas contraditórias - isso a escola nunca nos ensinará. A escola nunca nos ensinará a elegância tortuosa das coisas e das palavras. Por enquanto, o que me resta é, com cheiro de sabonete, ler um tiquinho de ecos, elipses e fantasmas. Hoje já está batendo na trave: 01:24.     

July 30, 2018

Sábado fui ouvir uma história que se parece com a minha. Achei tudo muito literal, embora goste de pensar em pássaro como um pássaro e em pedra como uma pedra. Entre o literal e a poesiabertura, releio a casa. Eu quero dizer coisas alegres, mas. Mas. Gabi não quis ficar mais. Eu não mandei a mensagem. Eu não lembrei. Confundi placidez com tristeza. Um ano depois de caminharmos. Um ano depois de. Eu acabei de me lembrar do choro dela na última roda. O que é a vida? Um dia com a casa limpa? Uma casa sem aranhas? O que é a vida ou o que é a felicidade? (essas perguntas tão pássaros memoráveis) Não terei dúvidas?  Quando? O papo por acaso com Larissa foi um aviso? A porta não fecha. Tenho evitado avaliar os martelos. Tem pássaros pendurados na porta de entrada desse quarto. Isso pode ser uma metáfora para um pássaro. Mainha disse que Bia inventou uma história de gente que consegue respirar submerso no rio. Pela primeira vez escutei Araça azul. Um poema pode ser um modo-lista para não esquecer sobreviventes pássaros recém-nascidos do dia? Metáfora mesmo é aprender diagramar livros. Parei durante duas horas tictaqueando essa palavra-planta - diagramar - antes de degringolar um . final

May 20, 2018

faz muito tempo hoje. olho essa casa. olho as casas de muito tempo. os móveis estão em lugares alterados. o sofá amarelo não está mais encostado na parede. domingo passado, deitei nessa cama e chorava muito. há pendências, mas domingo passado havia mais. domingo passado, os papéis coloridos não estavam organizados. ontem, depois de muitos ciscos, arrumei-os. eles estão na mala de josé. luisa disse - que mala bonita, saulo. Eu disse - era da minha vó. e falei daquilo que sempre retorna nos meus textos. frases como 'faz muito tempo hoje' sempre retornam nos meus textos. e aquela adstringência de algumas carambolas também. e aquela coisa quando o coração acelera com calma também. é quando parece que meu olho fica mais limpo. eu chorei domingo passado pelos sete anos. tantas bads superadas. os sexos sujos e amorosos. os re-compassos de sei lá o que. aquela noite quando andei por essa rua. por aquele dia quando cheguei em casa e larissa estava aqui pela primeira vez. pela primeira vez, alguém me dizia - vamos ter um lar aqui. e lá, naquele canto da sala, ela pôs flores no jarro grande de água. esse jarro não existe mais. eu chorei por uma época em que nadava todo dia não existir mais. chorei por esses últimos quatro anos. pela vontade de criar um tropos escafandrista. eu e léo derrubamos-limpamos-pintamos paredes-lógicas. é preciso cuidado com o tempo e os espaços. é tempo de outras geografias para outros tempos. ó, eu tenho me dado conta de tantas coisas. eu era mais maduro quando tudo começou. agora só continuo improvável. trabalho quase todos os dias. às vezes falo coisas do século XIX. logo eu. ganho muito pouco. você já leu algum poeta do século XIX? não precisa. a casa está mudada. eu mudei. estou no processo de despedida. agora sei costurar livros. aprender com as mãos é melhor do que com a cabeça. 

February 13, 2018


ela cantou com muita força

uma sanfona pode fazer aparecer um passarinho
uma sanfona pode fazer aparecer um passarinho
uma sanfona pode fazer aparecer um passarinho
uma sanfona pode fazer aparecer um passarinho

ao sair para comprar pão,
só ouvia dizer que 
em todos ouvidos só havia 
ninhos


                                         
                                                   sim
                                         sim  sim
                                             sim sim  sim sim
                                         sim sim sim  sim sim sim
                                     sim sim sim sim  sim sim sim sim
                                 sim sim sim sim sim  sim sim sim sim sim
                             sim sim sim sim sim sim  sim sim sim sim sim sim
                         sim sim sim sim sim sim sim  sim sim sim sim sim sim sim
                     sim sim sim sim sim sim sim sim  sim sim sim sim sim sim sim sim
                 

  


só hoje pude perceber
envelope balão e pipa
possuem o mesmo significado