AaBb1БДЖ2ΦΩφω3ĞğŞş4ŤťŢţ home: almost blue

July 23, 2013

almost blue

Eu poderia também dizer When I Fall In Love.
Dizer dos espantos anunciados nas curvas das rugas. 
Ou a poeira amaciada nos cantos.
Dizer de um jeito forte enviesado nas coisas pequenas.
Dizer das pequenas coisas avistadas.
Intimidade discreta do quarto.
Intimidade no ombro de um passageiro amor.
Ou o futuro do ombro nos escombros da minha violência não dita.
Eu poderia dizer do livro guardado para mais tarde.
Ou a música oferecendo esse exato instante.
Eu poderia improvisar um  verso com sentimento de heroína.
Eu poderia dizer: sinto meu corpo e passado diferentes.
Eu poderia dizer sobre o vento pele ventilador.
O último banho de mar.
Eu poderia dizer uns quatrocentos planos.
Eu poderia dizer, esperando você, o trecho do filme de ontem.
Eu poderia esperar você mais um pouco.
Eu espero você mais um pouco.

3 comments:

Alan said...

Diz sem dizer. Dizer só olhando.

Alan said...

Diz sem dizer. Dizer olhando.

Fabrício said...

Saulo, adorei! Um resumo das situações em que ficamos emudecidos, mas não sem expressão.

Esse é um poema que gostaria de ter escrito. ^^

Um abraço