April 05, 2011

Aquele hoje

Umedeça os dedos e passe atrás das orelhas. Ou nos lugares mais estratégicos. Aquele hoje corre pelas veias. Quando chorei antes do dia era antes do dia. Comoção: uma água de colônia depois do banho. Beijo na testa e no olho esquerdo. Fui buscar Carlos, Clarice. Faltou alguém. Ganhei Ícaro. Há Sebastian e amor. Tem Alessandro e mais amor. Paula existe. E Lucila. Rita. Déa. Monica desde 2002. Bele em Sampa e sempre perto. Rodolfo em Sampa escreve uma carta. Todos esperamos nos rever bem depressa. Não é mesmo? Minha família ilha – mãe e filha. Eu só quero quem me quer (quem me ensina). Nossa procura será afetos, roupas limpas, multiflores, quarto perfumado. Ela me disse assim: - Meu filho, o que for do tamanho de uma cabeça de alfinete não transborda nem uma fração de milímetro além do tamanho de uma cabeça de alfinete. Tudo o que existe é de uma grande exatidão. Cobiço não entender. Mas entendo (suor) - em cada gesto, pensamento, desejo, sono e o resto.

4 comments:

Cibele said...

Muito acolhedor pra minha alma! Nesse momento...
An enchantment...

Alessandro said...

amigo vc é um fofo. te amoooo!
bjuuuuuuss

Rodolfo Lima said...

só falta o remetente!!! :D

Martha Brum said...

Amo tanto...