AaBb1БДЖ2ΦΩφω3ĞğŞş4ŤťŢţ home: atmosfera

January 12, 2011

atmosfera

outros trechos de amora
molúsculos disfarçam os clichês adiados
hesito ao dizer esse verso
depois de tanta devoção

trocarei as premonições
o amor se esverdeou
palpitação no olho da garganta
haja inéditos de doçuras

assimilação-mutualidade
o menino reinaugurado degusta as plantas cujas flores se voltam para o sol
continua o destino
sucatear ar e subjetividade para a objetividade da consciência 

No comments: