AaBb1БДЖ2ΦΩφω3ĞğŞş4ŤťŢţ home: para mônica

April 29, 2009

para mônica

mônica diz: gosto desse poema, Saulo
sem saber, ela acolhe minha vaidade
-minha vaidade descuidada-
(mônica escutaria minha mãe)
sim - deusejalouvado!
Niquinha escreve coisas
de amor
e faz outras
ela não quer sofrer
vem: cata meu colo: desfaz
solidão?
olhe, reconsidere minhas fodas
adormeça esse mundo com mais
cores além dos
cheiros volupias condados filmes
bebamos tentativas -
nosso Teatro. Aqui. Cada dia.

Se estamos um do lado, lado a lado, do outro, por que as paredes?

No comments: