AaBb1БДЖ2ΦΩφω3ĞğŞş4ŤťŢţ home: sim ou haveres

June 09, 2008

sim ou haveres


Haveria no vapor do banho lembranças suas?
Haveria na arrebentação noticias suas?
Haveria no apito da chaleira musica sua?
Haveria nos risco de chuva sobre o vidro imagem sua?
Haveria nesse outono gemeo do inverno carta sua?
Haveria no correr de nuvens chances de sua saudade partir?


Respirei versos dela
vesti-do (cotidiano) ou inverso ou inverno ou mari-celma
e a camisa pelo avesso
poesia criou-se nas artérias
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
tudo: cabido entre
haveres incendiados camas postas teclados desconfigurados
todas: linhas nessa
casa pluraluar.

No comments: