AaBb1БДЖ2ΦΩφω3ĞğŞş4ŤťŢţ home: poesia para ser abondonada

January 29, 2008

poesia para ser abondonada

Publico quandos furados. Alugo steps. Entendo pouco, quase. Nada. Uma navalha. Coisas. Sinto tudo depois de um minuto. Sinto muito. Preciso de xampoo para combater as caspas - fiéis companheiras. Se prefiro samba, café ou o inverso ou pouco?
 
ou tranbordo
ou fico zangado
ou a puta que o pariu
ou dispenso

Deixei tudo fora do alcance
do outro lado. 

Oceanos.
Sou outro por isso?
 

sem filmografia bebo perfume e capuccino

No comments: